O Natal traz consigo reuniões com familiares e amigos, compromissos sociais e compras que, na maioria dos casos, levam ao abuso de comida e bebida, e provocam gastos extraordinários e um grande desperdício de energia. Esses excessos podem acabar cobrando seu preço. Dores, ardor e peso do estômago, e até vômitos, são alguns dos distúrbios que podem ser sofridos.

Além do desconforto temporário que causam, não se esqueça que eles também podem levar a problemas mais sérios que acabam prejudicando a saúde. Daí o aumento de 25% nas emergências e internações hospitalares, principalmente devido ao aumento da pressão arterial, mau controle do diabetes, episódios de gota ou distúrbios do aparelho digestivo, como gastrite, gastroenterite, refluxo ...

Além disso, na festa de Natal ou Ano Novo eles consomem de 2000 a 3000 Kcal, o equivalente a quase dois dias de dieta normal, o que pode ter como conseqüência um ganho de peso de dois quilos, como dizem os especialistas. Instituto Médico Europeu de Obesidade (IMEO).

Recomendações dos especialistas

Os médicos aconselham os doentes crônicos, que podem ser mais afetados por excessos, que estão cientes das limitações de sua doença e comem e bebem com moderação.

Eles também recomendam que toda a população permaneça ativa durante as férias de Natal e aproveite o tempo de lazer para fazer caminhadas com a família na montanha, passear no parque, andar de bicicleta, brincar com as crianças ao ar livre ...

Neste tempo, o abuso de comida é tão típico quanto os excessos no consumo de álcool

A médica em biologia e especialista em nutrição e obesidade do IMEO, Alicia Gordillo, garante que um erro muito frequente neste momento é ficar quase em jejum durante todo o dia para compensar o excesso que faremos no jantar, e isso nos faz chegar a celebração com muito apetite e que nos custa mais controlar as quantidades que comemos. Além disso, quanto menor o nível de açúcar no sangue, maior a absorção e a ingestão calórica dos alimentos. Portanto, o especialista aconselha que as refeições habituais sejam feitas ao longo do dia, para evitar sentar à mesa com uma fome excessiva.

Da Federação Espanhola de Bebidas Espirituosas (FEBE) defendem o consumo responsável de bebidas alcoólicas e recomendam beber lentamente, aprender a conhecer limites pessoais e alternar bebidas alcoólicas com aquelas que não contêm álcool.

É importante cuidar do corpo e da mente, pois as festas de Natal podem causar estresse para muitas pessoas

Francisco Rodríguez Santos, neuropsicólogo e professor da Universidade Autônoma de Madri, recomenda que durante as reuniões familiares e sociais sejam evitadas as questões que possam gerar tensão ou gerar controvérsias.

Se o estresse emocional e a tristeza têm sua origem na perda de um ente querido, é melhor não forçar-se a realizar qualquer celebração e não tentar mascarar sentimentos.

A interrupção dos hábitos de vida diária que esses feriados supõem pode causar transtornos de saúde leves, que podem ser facilmente resolvidos, impedindo-os de causar danos mais sérios. É possível aproveitar a época de Natal sem negligenciar a saúde.

Ocorrências com moto passam de 25 para 28/dia no Walfredo Gurgel (Setembro 2019).