30% dos espanhóis tomaram remédios homeopáticos em algum momento, segundo Gualberto Díaz, médico de família e homeopata, durante o '6º Congresso Andaluz de Médicos de Família SEMERGEN-Andaluzia', realizado no último final de semana de maio em Punta Úmbria.

Segundo o Dr. Diaz, na Espanha, cerca de 10.000 médicos de diversas especialidades, incluindo pediatria e medicina de família, costumam usar homeopatia.

Este especialista reconhece que este método, que serve de suporte ao tradicional, suscita controvérsia, mas está progressivamente ganhando aceitação nos círculos científicos. Ele também afirma que os medicamentos homeopáticos têm uma grande vantagem porque dificilmente têm efeitos colaterais ou reações adversas, o que foi comprovado em estudos realizados com pacientes que seguiram esses tratamentos, a ponto de sua segurança os tornar adequados para mulheres grávidas ou durante a lactação, bem como para crianças ou pacientes que estejam tomando outras drogas.

Segundo Díaz, os medicamentos homeopáticos, além de poderem ser tomados junto aos tradicionais, por não causar interações, muitas vezes servem para complementar o tratamento convencional.

A diretora da Unidade de Otorrinolaringologia do Hospital de Riotinto, Dra. María Agustina Sevilla, também explicou as possibilidades oferecidas por essas drogas no tratamento de algumas patologias, e aponta que elas poderiam ser uma alternativa eficaz em determinadas condições, como distúrbios otológicos.

Fonte: EUROPA PRESS

Curación con Aminoácidos, por Adolfo Pérez Agustí (Setembro 2019).