No Hospital Universitário La Paz, em Madri, uma intervenção fetal bem-sucedida durante o parto, do tipo EXIT (Tratamento ExUtero-Intraparto), com o qual é possível manter a circulação placentária, o que permite atuar sobre a feto enquanto ele não precisa respirar e resolver problemas que podem ser incompatíveis com a vida.

O procedimento seguido é semelhante a uma cesariana, uma vez que a cabeça e os braços do feto foram removidos, permanecendo o resto do corpo dentro do útero. Durante esse período, o útero fica relaxado, o cordão umbilical não é cortado e a circulação placentária é mantida.

Para realizar este tipo de intervenção, contou com a participação de uma equipe composta por cirurgiões infantis, anestesistas, obstetras, neonatologistas e equipe de enfermagem altamente especializada, além da ajuda de técnicas de imagem, como ultra-som e a ressonância magnética pré-natal, com o qual é possível detectar as malformações congênitas que podem ser tratadas antes do nascimento.

O tratamento pré-natal dessas condições pode favorecer o correto desenvolvimento intra-uterino e reduzir ou eliminar as conseqüências da doença após o nascimento

Está comprovado que o tratamento pré-natal dessas condições pode favorecer o correto desenvolvimento intra-uterino e reduzir ou eliminar as conseqüências que a doença teria para a criança. bebe depois do nascimento

Nesse caso, a menina submetida à cirurgia apresentava uma massa dentro do tórax, que circundava sua traqueia e oprimia um de seus brônquios; isso poderia tê-lo impedido de respirar ao nascer. O procedimento, que durou cerca de dez minutos e consistiu em garantir as vias aéreas e verificar a permeabilidade dos outros brônquios com um endoscópio, foi realizado em 30 de março no Maternity Hospital La Paz, e foi assistido por um cirurgião. do Hospital Vall d'Hebron de Barcelona. A evolução do paciente foi favorável e recebeu alta em 18 de abril.

Fonte: Madri

PARTO NATURAL - PINSCHER (Setembro 2019).