O hipoterapia é uma técnica terapêutica utilizada no tratamento de pacientes com doenças neurodegenerativas e traumatológicas que aproveita o movimento tridimensional do cavalo, seus impulsos rítmicos e o calor gerado pelo corpo do animal para estimular os músculos.

Bem, o Instituto de Neurorehabilitación InPaula, Empresa de Base Tecnológica (EBT) da Universidade de Almeria (UAL), está realizando um projeto de pesquisa pioneiro na Espanha que consiste em extrapolar os benefícios da equoterapia para a sala de reabilitação através de de um simulador equino, com o efeito calor do animal incluído, integrado na dinâmica desenvolvida com crianças.

Desta forma, não sendo um animal real, mas sim um tipo de cavalo mecânico que imita o trote do animal, tem a vantagem de que o movimento se adapta às necessidades de cada paciente. O uso deste novo sistema é indicado para crianças com paralisia cerebral, traumatismo cranioencefálico, espinha bífida, deformidades da coluna vertebral, escoliose ou atitudes escolióticas, torcicolo, distrofias musculares, autismo ou síndrome de Down, entre outras patologias.

Benefícios múltiplos da hipoterapia

"A hipoterapia produz benefícios nos aspectos físico, psicológico e social, afetando o sistema locomotor, especialmente no quadril, pelve, coluna (coluna), cintura escapular (formada pela clavícula e escápula) e caixa torácica, ativando cadeias cinéticas e modificando dinâmicas respiratórias ", explica um dos criadores deste projeto. No entanto, ele acrescenta que cada patologia requer condições estritas que nem sempre é possível desenvolver com o animal. Assim, esta entidade decidiu usar este simulador "que é personalizado para cada criança", diz o diretor do InPaula e um pesquisador do Departamento de Neurociências e Ciências da Saúde da Universidade de Almeria, Pilar Flores Cubos.

"O simulador ajuda a reconhecer diferentes partes do corpo, corrigindo a postura, desenvolvendo a lateralidade e ajudando a reconstruir um padrão normal de caminhada. Essa melhora na postura física e tônus ​​muscular influencia a segurança que a criança tem sobre si mesmo, melhorando sua autoestima e, possivelmente, o tom afetivo com o qual se depara com o mundo ", esclarece Flores.

Um dos maiores benefícios da terapia com cavalos reais é o calor direto que proporciona à criança e os benefícios que isso acarreta. Para que essa vantagem seja mantida no simulador "foi utilizada uma manta elétrica que atinge 38 graus, igual à gerada pelo corpo do animal e que afeta positivamente o relaxamento muscular", diz Flores.

Este simulador está sendo testado com crianças entre três e doze anos de idade. De acordo com o chefe do InPaula, os primeiros dados da investigação corroboram o efeito positivo no controle postural, embora não seja até os seis meses em que eles possam validar os resultados definitivos.

Dominion (2018) - full documentary [Official] (Setembro 2019).