A dermatite atópica, uma doença que afeta a pele e é caracterizada pela sensibilidade excessiva do sistema imunológico à exposição a certos alérgenos, aumentou sua prevalência nas últimas décadas. É uma patologia mais freqüente em crianças, que geralmente é menos grave em adultos.

Um estudo recente em que várias entidades internacionais e universidades participaram, e que foi publicado por pesquisadores da Universidade de Murcia, encontrou uma associação entre obesidade infantil e dermatite atópica e, embora não tenha sido possível demonstrar que existe uma relação de causa e efeito entre ambas as condições, os autores do trabalho consideram que a obesidade em crianças é um fator de risco para o desenvolvimento de dermatite atópica, e isso independe da quantidade de exercício físico praticado.

A obesidade em crianças é um fator de risco para o desenvolvimento de dermatite atópica, independentemente da quantidade de exercício físico praticado

Os resultados do estudo também mostram que, ao contrário do que ocorre com a obesidade, há uma associação negativa entre a dermatite atópica e o consumo de laticínios e nozes e a prática de exercícios físicos.

Os pesquisadores acreditam que mais estudos devem ser realizados para confirmar os dados obtidos, e também ajudar a determinar como os vários fatores analisados ​​interagem e quais são as relações de causa e efeito que são estabelecidas entre eles.

Cuidados Com a Cadela Lactante Sem Leite ou para Secar o Leite - Dica do Veterinário (Setembro 2019).