Pesquisadores da Sociedade Espanhola de Pneumologia e Cirurgia Torácica (SEPAR) aconselham o aumento das rações de vegetais e frutas nos menus de inverno das crianças para evitar resfriados, gripes, pneumonias e assim por diante.

Uma das causas mais freqüentes de internação pediátrica são as infecções respiratórias (resfriados, gripes, pneumonias, broncopneumonias, constipação ...), resultando em um grande número de consultas, tanto na atenção primária como na sala de emergência.

As crianças são freqüentemente afetadas por diferentes tipos de vírus, como o vírus sincicial respiratório, que afeta aproximadamente 85% das crianças menores de dois anos de idade, causando mais da metade das hospitalizações devido à bronquiolite (doença respiratória que causa obstrução ao fluxo). ar devido à inflamação das vias aéreas). Por isso, é muito importante que sejam ingeridas quantidades suficientes de frutas e vegetais ricos em vitamina C, como é o caso das frutas cítricas (laranjas, tangerinas, limões, toranjas), tomates, maçãs, batatas, morangos ...

O pediatra pneumologista Amparo Escribano, estabelece uma série de recomendações a serem seguidas para prevenir infecções respiratórias, como:

  • Lave suas mãos com freqüência.
  • Evite tocar em elementos comuns, como óculos, pratos, brinquedos ..., você deve lavá-los e desinfetá-los quando necessário.
  • Tente não ficar em espaços fechados com muitas pessoas.
  • Não é aconselhável ter o aquecimento muito alto, pois seca o ambiente e o trato respiratório; É melhor manter a casa quente para que o corpo use seus mecanismos de regulação para se adaptar a baixas temperaturas.
  • Ventile regularmente os espaços onde a criança está.
  • Abrace as crianças bem para minimizar o efeito de mudanças bruscas de temperatura.

6 Maneiras Comprovadas de Melhorar a sua Saúde (legendado em português BR) (Setembro 2019).