O congresso da Sociedade Americana de Saúde Reprodutiva, realizada em San Diego, abordou, entre outros, um tópico interessante sobre o qual os especialistas não chegam a um acordo, e é o papel da nutrição na fertilidade.

Assim, por exemplo, no congresso foi apresentada uma pesquisa realizada por cientistas da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, que revela que o consumo de três rações diárias de produtos lácteos integrais tem um efeito negativo sobre a qualidade do sêmen. Os autores deste trabalho (muito pouco representativo, por se basear em dados de apenas 189 homens entre 19 e 25 anos), atribuíram esse efeito negativo estrogênio da vaca que contém o leite.

Mulheres submetidas a tratamento de fertilização in vitro (FIV) que ingeriram mais proteínas e menos carboidratos alcançaram taxas mais altas de gravidez

No entanto, estudos mais específicos também foram apresentados no congresso, cujo objetivo foi determinar a influência da dieta diária dos pacientes que estão em tratamento de fertilização. in vitro (IVF) sobre os resultados do referido tratamento.

Em um desses trabalhos, cientistas dinamarqueses descobriram que mulheres que ingeriram mais proteínas e menos carboidratos tiveram um número maior de óvulos fertilizados que atingiram o estágio de blastocisto e, como resultado, atingiram taxas mais altas de gravidez.

Em outro trabalho, os pesquisadores selecionaram os pacientes em tratamento de fertilização in vitro que admitiram ter ingerido mais carboidratos e menos proteínas e os ensinaram a modificar sua dieta, então ingeriram mais proteínas e menos carboidratos por dois meses, antes de iniciar um novo tratamento. de fertilização in vitro. O resultado foi que, após a variação dos hábitos alimentares dos pacientes, a formação de blastocistos passou de 19% para 45%, e as taxas de gravidez de 17% para 83%.

Na opinião de Richard Reindollar, vice-presidente da Sociedade Americana de Saúde Reprodutiva, os dados desses estudos mostram que ainda há uma grande falta de conhecimento sobre os efeitos que os micronutrientes dietéticos têm sobre a capacidade reprodutiva, e que ainda é um campo. para explorar.

Alimentação e Fertilidade - Dr Rodrigo da Rosa Filho (Setembro 2019).