Um novo teste para detectar o HIV, que pode ser realizado em casa e oferece o resultado em um curto período de tempo, entre 20 e 40 minutos, acaba de ser autorizado pela Agência Americana de Medicina (FDA). Este teste caseiro será comercializado nos Estados Unidos a partir de outubro com o nome de 'OraQuick In-Home'.

Especialistas estimam que há aproximadamente 1,2 milhão de pessoas nos Estados Unidos que foram infectadas pelo vírus da Aids, mas uma em cada cinco infectadas não tem conhecimento disso, e esperam que o novo teste colocado à disposição do público em geral sirva para favorecer um aumento no número de pessoas que fazem o teste.

Estima-se que haja 1,2 milhão de pessoas nos Estados Unidos infectadas com o vírus da Aids e que uma em cada cinco infectadas não saiba

O fato de os portadores do vírus conhecerem seu status permitiria o início precoce do tratamento da AIDS quando necessário e, acima de tudo, estabelecer medidas preventivas para prevenir a disseminação do HIV para outras pessoas.

Nos Estados Unidos existem outros testes que podem ser realizados em casa, mas saber que o resultado tem que recorrer ao laboratório, enquanto 'OraQuick' permite que você o obtenha rapidamente, com apenas uma amostra de saliva, e sem sair de casa.

De acordo com ensaios clínicos anteriores, nos quais o teste alcançou uma precisão de até 92%, ele deveria dar apenas um resultado falso positivo a cada 5.000 testes. No entanto, da FDA alertam que, no caso de se obter um resultado positivo, é essencial que a pessoa afetada vá a um centro médico para realizar outros exames adicionais que confirmem ou descartem a infecção.

Teste para HIV nas farmácias | Coluna #32 (Setembro 2019).