O consumo regular de ácidos graxos ômega-3 do peixe pode contribuir para retardar a perda de massa muscular que ocorre em decorrência do envelhecimento, além de promover seu aumento se acompanhada da prática de exercício físico.

Um estudo realizado na Escócia (Reino Unido) por pesquisadores da Universidade de Aberdeen provou com um grupo de 14 mulheres com mais de 65 anos que, quando seguiam uma dieta rica em ômega 3, sua massa muscular aumentava significativamente ao realizar um programa de exercício físico.

A massa muscular de mulheres que tomaram suplementos com EPA e DHA - ômega-3 aumentou em 20%

À medida que envelhecemos, nossa massa muscular diminui de 0,5 a 2% a cada ano, uma condição chamada sarcopenia que causa fraqueza nas pessoas idosas e dificuldades de mobilidade. A incidência de sarcopenia aumenta com a idade e afeta 50% das pessoas com mais de 80 anos de idade, o que causa altos custos de saúde devido à atenção que essas pessoas exigem e, acima de tudo, às internações hospitalares derivadas das quedas sofrem com freqüência.

Em estudos com animais já havia sido observado que uma dieta rica em ômega 3 aumentava o volume muscular, então os autores queriam ver se os suplementos de óleo de peixe conseguiam prevenir ou parar a sarcopenia em humanos.

A falta de proteína na dieta e sedentarismo são dois fatores modificáveis ​​que aumentam a taxa de perda muscular. Portanto, os cientistas submeteram os participantes do estudo a um treinamento físico por 12 semanas, consistindo de duas sessões de 30 minutos para exercitar os músculos das pernas.

As mulheres foram divididas em dois grupos, um dos quais tomou suplementos contendo ácidos graxos ômega 3, EPA e DHA, enquanto o outro recebeu azeite de oliva. Após o follow-up, os autores do estudo confirmaram um aumento de 20% na massa muscular daqueles que tomaram ômega-3, em comparação com 11% que aumentaram a massa muscular daqueles que tomaram azeite.

Tome Óleo de Peixe Todos os Dias e Veja Como seu Corpo Vai Mudar (Outubro 2019).