Os especialistas não se cansam de insistir que a população tome precauções extremas quando se trata de banhos de sol, no entanto, a exposição moderada ao sol pode promover a saúde cardiovascular e ajudar a estimular o sistema imunológico. Os raios solares também facilitam o descanso, protegem contra a depressão e aumentam o desejo sexual.

O Dr. Juan Luján, do Serviço de Cardiologia do Hospital USP San Jaime de Torrevieja, em Alicante, explicou que nossa saúde cardiovascular pode se beneficiar do banho de sol, desde que o façamos de maneira moderada e adotando precauções. Segundo esse especialista, a exposição solar controlada favorece a vasodilatação dos vasos sanguíneos superficiais, melhorando a circulação sanguínea e reduzindo os níveis pressóricos.

Uma exposição controlada ao sol favorece a vasodilatação dos vasos sanguíneos superficiais, melhorando a circulação sanguínea e reduzindo os níveis de pressão arterial.

Os raios solares também são necessários para sintetizar a vitamina D no organismo, um micronutriente que ajuda a melhorar o perfil do colesterol, ajudando a aumentar os níveis de colesterol bom versus nocivo. O Dr. Luján explica que no verão a atividade física geralmente aumenta e, devido ao calor, tendemos a consumir mais frutas e verduras (saladas, saladas de frutas, sucos, sopas frias ...), e que todos esses fatores contribuem para a diminuição do consumo. incidência de doenças cardiovasculares nesta época do ano.

O especialista ressalta que a luz do sol influencia os hormônios e melhora o humor, e que a exposição aos raios ultravioleta estimula a produção de serotonina, um neurotransmissor associado à sensação de bem-estar e que também está envolvido na regulação do sono, temperatura corporal e comportamento sexual dos indivíduos.

Apesar de todas as vantagens que o sol pode trazer, não é necessário baixar a guarda - porque também pode provocar uma diminuição abrupta da tensão ou uma desmaio - e usar a proteção adequada para cada tipo de pele, evitando sempre as horas de maior intensidade. luz (11.00 a 16.00).

Se Você Comer um Abacate por Dia Durante um Mês, Aqui Está o que Vai Acontecer (Setembro 2019).