O ensaio clínico de fase III que avalia a eficácia do RTS vacina contra a malária, S, mostrou que o medicamento protege contra esta doença e oferece, além disso, um bom nível de tolerabilidade e segurança. Os resultados do estudo foram publicados na edição online da revista The New English Journal of Medicinee eles se apresentaram em Seattle durante a celebração do Fórum da Malária, patrocinado pela Fundação Bill e Melinda Gates.

De acordo com esta pesquisa, administrar três doses de RTS, S a crianças entre 5 e 17 meses de idade reduz o risco de desenvolver malária severa em 56%, ou malária clínica em 47%. Os dados agora apresentados correspondem aos resultados obtidos após seguirem durante doze meses a 6.000 crianças dessas idades que foram imunizadas com o RTS, S. No final do próximo ano, além disso, a eficácia desta vacina em bebês de seis a doze semanas será verificada e, para 2014, espera-se que seja capaz de avaliar a proteção que oferece a longo prazo.

O mecanismo de ação da vacina baseia-se na ativação do sistema imunológico para que atue contra o parasita da malária, a Plasmodium falciparum

A GlaxoSmithKline (GSK) está desenvolvendo a vacina em colaboração com a Iniciativa de Vacinação contra a Malária (MVI) da PATH, e os principais centros de pesquisa africanos, bem como várias organizações e cientistas da Europa, América do Norte e África, e está sendo financiada preferencialmente pela Fundação Bill e Melinda Gates.

O mecanismo de ação da vacina baseia-se na ativação do sistema imunológico para que atue contra o parasita da malária, a Plasmodium falciparum, impedindo-o de infectar o fígado, e proliferar neste órgão para, mais tarde, espalhar-se pela corrente sanguínea e atacar os glóbulos vermelhos.

Se os órgãos competentes aprovarem o uso da vacina, uma vez que ela se mostre segura e eficaz a longo prazo, a Organização Mundial de Saúde poderia recomendar seu uso em 2015, e as crianças africanas, mais suscetíveis a desenvolver esta doença, que causa a morte de quase 800.000 pessoas a cada ano.

Fontes: GSK e MVI Path

Dr Matshidiso Moeti on the World's first malaria vaccine RTSS (Setembro 2019).