Uma investigação realizada por cientistas do centro de câncer Cidade da esperança da Califórnia, nos Estados Unidos, publicado na revista Pesquisa de Prevenção do Câncer, revelou que compostos químicos encontrados em romãs podem reduzir o risco de desenvolver um tipo de câncer de mama associado a receptores de estrogênio.

Shiuan Chen, autor da pesquisa, explica que eles conseguiram identificar dez substâncias presentes na romã que têm a capacidade de inibir a atividade da aromatase, uma enzima que desempenha um papel importante no desenvolvimento desses tumores, pois intervém na produção. de estrogênio.

Em pesquisas anteriores, já estava comprovado que consumir o suco dessa fruta, rico em antioxidantes e vitaminas, ajuda a prevenir o aparecimento de doenças cardíacas, câncer e mal de Alzheimer.

Os autores do estudo não afirmam que os novos compostos descobertos substituam as drogas atualmente disponíveis, e que eles agem como inibidores da aromatase porque, como Dr. Chen explica, sua potência é menor do que a dos medicamentos disponíveis, por isso, a pesquisa se concentra mais nas possibilidades preventivas do que na eficácia terapêutica.

Vários cientistas que não participaram do estudo destacaram que estes são resultados promissores e que é conveniente realizar mais estudos que ratifiquem os dados obtidos. De acordo com Gary Stoner, do Universidade Estadual de Ohio, Ainda não foi comprovado se os níveis necessários poderiam ser alcançados em animais ou humanos, porque não há uma boa absorção dos compostos no sangue quando eles são obtidos através da dieta.

⭐️❤️ O câncer morre quando você come estes 10 alimentos Consuma os todos os dias!/Dicas de Saúde (Setembro 2019).