O póliouma doença infecciosa considerada erradicada, que pode causar incapacidade - uma em cada 200 infecções causa paralisia irreversível - e ataca principalmente crianças com menos de cinco anos, reapareceu na Somália, onde 105 novos casos já foram registrados, segundo com os dados oferecidos pelo Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários.

Esse organismo considera que é a "pior epidemia do mundo", embora especialistas considerem que a Somália esteja "livre da pólio" desde 2007, e que neste país a doença não é endêmica. Além disso, no ano passado, havia apenas 223 casos no mundo, em comparação com 350.000 que foram detectados em 1988, por isso foi considerado erradicado por 99%.

A pólio, que foi considerada erradicada em 99%, reapareceu na Somália, onde 105 novos casos já foram registrados.

A situação difícil na Somália, devido à falta de uma autoridade política central e as constantes disputas entre grupos de diferentes ideologias, torna muito difícil estabelecer campanhas de vacinação que atingem toda a população vulnerável; Assim, não foi possível vacinar cerca de 600.000 crianças que estão em risco de contrair o vírus.

O Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários adverte que é muito provável que já existam milhares de pessoas portando o vírus que, embora não tenham sintomas, podem espalhá-lo. E no Quênia, onde os refugiados vivem em condições infelizes de mais de meio milhão de somalis, novos casos de poliomielite também foram detectados.

Why giving away our wealth has been the most satisfying thing we've done... | Bill and Melinda Gates (Setembro 2019).