Um surto de meningite, que já causou a morte de 15 pessoas, foi desencadeado nos Estados Unidos por causa de injeções de esteróides - indicadas para o tratamento de dores nas costas - que foram danificadas. Pelo menos 205 outras pessoas foram afetadas por esta doença, e os Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças. (CDC) alertaram que o número de casos continua a aumentar.

E é que de acordo com os cálculos feitos pelos lotes do CDC de injeções em mau estado poderia ter sido adquirido por até 14.000 pessoas, e já existem dez estados do país em que houve algum caso.

Os lotes com injeções em mau estado que causaram o surto de meningite poderiam ter sido adquiridos por até 14.000 pessoas

Embora alguns tipos de meningite possam se disseminar, felizmente este surto não é infeccioso, já que não é uma meningite causada por vírus ou bactérias, mas tem sido causada por fungos presentes nas injeções.

As pessoas que foram tratadas com este tipo de injeções estão agora muito aflitas, já que de acordo com o Dr. David Reagan, chefe do Departamento de Saúde do estado de Tennesse, no qual o primeiro caso foi detectado e onde seis morreram pessoas, cerca de 5% dos pacientes que usaram os medicamentos contraíram a doença, e o período de incubação do mesmo pode ser de até um mês. Isso significa que, mesmo dentro de algumas semanas, algumas pessoas não saberão se são afetadas.

O surto desencadeou inúmeras críticas entre os que acreditam que a regulamentação da comercialização desse tipo de produto deve ser mais rigorosa, para evitar que erros como esse voltem a ocorrer.

Momento exato em que Luciana Gimenez desmaia no Super Pop [EXCLUSIVO] (Setembro 2019).