Hemorróidas, uma dilatação das veias que se origina como conseqüência de fraqueza na parede muscular da região anal, causam muito desconforto, mas especialmente no caso de mulheres grávidas, que podem sofrer esse distúrbio pela primeira vez durante a gravidez por causa de do aumento do volume sanguíneo que ocorre na área do útero, o que aumenta a pressão nas pernas e veias da pélvis.

Bem, o Centro Europeu de Prontologia parece ter encontrado uma solução - não invasiva e não invasiva - para lidar com esse distúrbio. A nova técnica de antihemorrhoids não requer anestesia ou internação hospitalar e não deixa cicatrizes, o que melhora a qualidade de vida das mulheres após a gestação e não envolve risco para o bebê durante a amamentação. A terapia é conhecida como 'Hemobye'e consiste em um aparelho que funciona por correntes moduladas, que elimina hemorróidas sem causar efeitos colaterais.

O novo tratamento para hemorróidas permite aliviar o desconforto que as mulheres têm por causa de sua causa após a gravidez, e não envolve nenhum risco para o bebê durante a lactação

O Dr. Federico Sánchez, membro do European Proctological Center, afirma que aplicando esta série de correntes é possível eliminar a contratura e, portanto, a dor, e também o congestionamento que ocorre como conseqüência do aumento da vascularização nessa área, desaparece. a pélvis e até diminui a inflamação dos nervos circundantes.

O especialista ressalta as vantagens dessa técnica em relação aos tratamentos tradicionais, pois quando a mulher está amamentando o bebê, qualquer medicamento que seja tomado também será excretado pelo leite. Por esta razão, durante o período de lactação, os medicamentos devem ser evitados, e se a mulher sofre de hemorróidas, a medicação não pode ser administrada, e 'Hemobye' é um tratamento local, que é aplicado à mãe, mas não afeta em nada. o bebe

Tratamento para hemorroidas: técnica THD (Outubro 2019).