O numero de obeso mórbido dobrou na Espanha nos últimos cinco anos e agora há mais de um milhão de espanhóis sofrendo de obesidade mórbida. Especialistas estimam que mais de 53% da população espanhola está acima do peso e 14,5% é obesa. Segundo o Dr. Antonio Torres, presidente da Sociedade Nacional de Cirurgia da Obesidade Mórbida e Doenças Metabólicas, esta doença "ameaça tornar-se a epidemia do século 21".

Para este especialista, a solução para este distúrbio requer uma intervenção através do cirurgia bariátrica. Todos os anos, cerca de 70.000 procedimentos cirúrgicos são realizados para essa causa na Europa, com a Espanha liderando os países com o maior número de cirurgias realizadas, juntamente com a França, a Bélgica, o Luxemburgo e o Reino Unido.

As pessoas com obesidade mórbida, ou seja, aquelas com índice de massa corporal (IMC) acima de 40 ou acima de 35 com doenças associadas, reduziram sua expectativa de vida entre 10 e 15 anos, dependendo da idade da pessoa. início deste distúrbio, uma vez que envolve complicações frequentes. Além disso, doenças como diabetes, hipertensão arterial, hiperlipidemia, colelitíase e apnéia do sono "aparecem três vezes mais em pessoas com obesidade", enquanto doença arterial coronariana, osteoartrite e gota são duplicados.

Na última década, a cirurgia bariátrica avançou enormemente e as técnicas utilizadas são cada vez mais seguras e eficazes, além de menos invasivas para o paciente. No entanto, a grande variedade de opções que existem obriga os especialistas a fazer uma seleção adequada do tipo de intervenção de acordo com as características individuais de cada paciente.

"No total, estima-se que entre 6.000 e 7.000 cirurgias bariátricas sejam realizadas todos os anos na Espanha, a única solução curativa para esse tipo de paciente: a cirurgia bariátrica não é uma cirurgia que melhora apenas a estética, é uma intervenção que permite tratar uma doença grave e que, portanto, deve ser praticada por cirurgiões especializados no manejo da obesidade ", Dr. Torres concluiu.

Fonte: EUROPA PRESS

Cuando somos hijos de Dios Por: Pastor Humberto Gerardo (Outubro 2019).