Especialistas afirmam o uso de hipnose clínica, como terapia de apoio no tratamento da dor e alívio dos sintomas de muitas condições, mas também em consideração de suas propriedades benéficas para os sistemas imunológico e endócrino, o que o faz indicado em muitos processos neuropsicofisiológicos.

Atualmente, nosso país não reconhece a hipnose como uma disciplina científica, mas é regulamentado como uma ferramenta para uso clínico em outros países, como Israel ou Costa Rica, já que se mostrou eficaz no tratamento. de doenças crônicase no alívio da dor. A associação da hipnose com o mundo do espetáculo prejudicou essa disciplina e gerou uma imagem distorcida de suas qualidades autênticas. Portanto, especialistas nesse campo, como Mario Araña, diretor da Sociedade Científica Interdisciplinar ACAPI-PSICONDEC, advogam incorporá-lo Sistema de saúde espanhol, regularizando seu uso e estabelecendo que o médico é o único responsável por sua administração.

Aranha, doutora em Psicologia Clínica e Prêmio Nacional de Investigação, considera que o grande potencial da hipnose está sendo desperdiçado, e explica que ela pode ser usada com sucesso para tratar os doentes crônicos, aqueles que não respondem bem a outros tratamentos, e para aliviar sintomas em pacientes com câncer, entre outras aplicações. Segundo esse especialista, a hipnose é especialmente eficaz contra doenças que afetam o sistema musculoesquelético, além de garantir que também tenham sido realizados estudos que também se mostraram úteis em cirurgia, pois reduzem a perda de sangue e promovem a recuperação pós-operatória. Além disso, acrescenta, descobriu-se que influencia o sistema imunológico, o que implica um benefício direto para a saúde do paciente, uma vez que contribui para reduzir a duração da doença e suas conseqüências.

Este especialista em hipnose insiste que, em outros países, essa técnica já é usada como terapia de apoio, e há unidades hospitalares dedicadas a pesquisas sobre suas aplicações médicas. Em sua opinião, na Espanha, seu exemplo deve ser seguido, e precisamente para difundir o conhecimento sobre esta ferramenta para uso clínico foi criado em nosso país a primeira biblioteca virtual internacional de hipnose científica e de saúde, que tem sido chamado Repositório Aberto Internacional de Hipnose Científica e de Saúde. Nesta biblioteca, cujo acesso é livre e gratuito, mais de 1.200 documentos científicos sobre hipnose foram compilados - selecionados sob rigorosos critérios que garantem o rigor de seu conteúdo -, com o objetivo de disponibilizar aos interessados ​​o máximo possível. informações sobre as características da hipnose e os resultados obtidos com o seu uso. A biblioteca pode ser consultada no endereço do

MUSICA PARA MEDITAÇÃO ÁUDIO TERAPIA (Setembro 2019).