Acredita-se geralmente que as doenças periodontais, que afetam as gengivas, são típicas de adultos. Mas a gengivite, o primeiro estágio dessa patologia bucal, é muito freqüente em crianças e adolescentes e, segundo os especialistas confirmados por Vitaldent, aumentou o número de pacientes jovens que sofrem desse transtorno em até 60%.

O diretor médico da Vitaldent, Gustavo Camañas, afirma que, embora antes dessas doenças afetassem exclusivamente adultos, agora há cada vez mais casos de menores com inflamação e sangramento das gengivas.

Em relação à causa dessa alta incidência, os especialistas responsabilizam-se pelos maus hábitos orais adotados durante a infância. Ao qual é adicionada a presença de fatores genéticos, segundo dados de estudos recentes, que mostram que os filhos de pessoas com doenças periodontais têm maior risco de sofrer também esses problemas.

Além disso, a possibilidade de sofrer de doenças periodontais se multiplica durante a adolescência, principalmente devido à falta de motivação para realizar uma higiene bucal adequada. E é a partir dessas idades que as crianças geralmente são independentes para escovar os dentes, usar fio dental ou enxaguar com enxaguatório bucal, por isso os pais muitas vezes não supervisionam essas práticas e, em alguns casos, os adolescentes negligenciam essas práticas. .

Estudos recentes demonstraram que os filhos de pessoas com doenças periodontais têm maior risco de sofrer esses problemas

Especialistas alertam que, se esses distúrbios não são tratados desde cedo, eles podem ser a fonte de doenças mais graves, porque bactérias invadem o osso e o tecido que rodeia o dente rapidamente e formam pequenas malas isso causa queda prematura dos dentes do menor. Além disso, uma forma avançada de doença periodontal pode até ser um sintoma de uma doença sistêmica não diagnosticada.

Por esta razão, um diagnóstico precoce é importante para estabelecer um tratamento eficaz das doenças periodontais desde tenra idade.

Fonte: EUROPA PRESS

7 TRUQUES QUE FARÃO VOCÊ CRESCER (Setembro 2019).