O azeite extra-virgem contém substâncias que protegem a saúde, capazes de lutar contra a proliferação de células cancerígenas. Os polifenóis presentes no azeite virgem têm capacidade antioxidante, podendo reduzir o risco de desenvolver doenças cardiovasculares e câncer.

Estudos realizados por cientistas espanhóis do Instituto Catalão de Oncologia e da Universidade de Granada, descobriram que os polifenóis presentes no azeite extra virgem que mais protegem contra o câncer são lignanas e secoiridoides. A pesquisa realizada por cientistas espanhóis oferece novas informações sobre a dieta mediterrânea e a prevenção de doenças, porque embora a boa saúde esteja relacionada à herança genética, a dieta também pode contribuir para mantê-la e melhorá-la.

Em 2000, a Conferência Internacional sobre a Dieta Mediterrânea foi realizada em Londres, onde ficou demonstrado que seguir essas diretrizes de alimentação é benéfico para a saúde e reduz os fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, câncer e diabetes. Os especialistas que participaram da conferência concluíram que o azeite de oliva e as gorduras monoinsaturadas podem reduzir o risco de câncer de mama.

O que são polifenóis

Os polifenóis são um grupo de produtos químicos que as plantas contêm. Pesquisas indicam que as propriedades antioxidantes dos polifenóis trazem benefícios potenciais à saúde, como a redução do risco de desenvolver doenças cardiovasculares e câncer.

Lignanas são fitoquímicos que podem imitar as funções dos hormônios humanos, sem os efeitos prejudiciais destes. Estudos realizados em modelos animais mostram que eles impedem o crescimento de tumores de mama. Nos seres humanos parece que eles reduzem a incidência desta patologia.

Os autores do estudo explicaram que lignanas e secoiridóides exerceram uma ação tumoricida capaz de inibir o gene do câncer de HER2 em células de câncer de mama humano cultivadas. No entanto, eles alertam que as concentrações desses fitoquímicos usados ​​no laboratório não são alcançadas com um consumo normal de azeite na dieta diária. Portanto, para obter os benefícios anticâncer oferecidos por essas substâncias, os pesquisadores propõem que esses polifenóis sejam usados ​​para desenvolver novas drogas anticâncer.

Alimentos que combatem o câncer de mama (Setembro 2019).