Uma equipe de cientistas da Universidade Ben-Gurion do Negev (Israel), liderada pelo professor Ohad Birk, conseguiu identificar um gene que causa miopia ou alterações na visão próxima. Birk e seu grupo publicaram um artigo no Jornal Americano de Genética Humana, em que eles mostram que por trás da miopia há uma mutação no Gene LEPREL1.

A miopia é um distúrbio visual muito comum em humanos e é principalmente uma característica hereditária. A miopia também está associada a um risco aumentado de sofrer de outros problemas oculares, como descolamento de retina, degeneração macular e o desenvolvimento precoce de catarata e glaucoma. Os genes específicos envolvidos no desenvolvimento da miopia permaneceram ocultos por muito tempo, apesar de inúmeras investigações.

O gene defeituoso foi detectado em um estudo de miopia precoce grave, comum em uma tribo beduína no sul de Israel

O gene defeituoso foi detectado em uma investigação de miopia precoce grave, comum em uma tribo beduína no sul de Israel. Como parte do estudo, e com a participação de uma equipe de pesquisadores da Finlândia, os experimentos realizados, através de um modelo que utilizou células de insetos, mostraram que essa mutação prejudica a atividade enzimática do gene.

O gene LEPREL1 codifica uma enzima que é fundamental na modificação final do colágeno no olho. Se a forma ativa desta enzima não estiver presente, o colágeno não é formado adequadamente, o que faz com que o globo ocular seja mais longo que o normal. Como resultado disso, quando os raios de luz penetram no globo ocular, eles se concentram na frente do retina e não na própria retina, causando miopia.

Agora, o objetivo é realizar novos estudos para determinar se o LEPREL1, ou outros genes similares, também desempenham um papel notável na gênese da miopia no restante da população.

Fonte: EUROPA PRESS

Seria Um Gene Recessivo o Causador da Ejaculação Precoce? (Setembro 2019).