O diabetes entrou pela primeira vez na lista das dez principais causas de morte no mundo desenvolvidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A OMS acaba de atualizar essa lista, que inclui outras doenças não transmissíveis, como doença cardíaca, acidente vascular cerebral ou DPOC.

Na nova lista em que o diabetes é incluído como novidade, a tuberculose, uma doença infecciosa que ainda está presente em todo o mundo, desapareceu, entre outras razões, porque desenvolveu cepas multirresistentes às drogas com as quais é habitualmente combatido, e isso ainda causa a morte de um milhão de pessoas por ano.

A OMS baseou-se em dados do ano de 2011, ano em que cerca de 55 milhões de pessoas morreram no mundo e em que a principal causa de morte continuou sendo as doenças cardiovasculares, responsáveis ​​por 17 milhões de mortes (três das a cada dez mortes ocorreram como resultado desse tipo de patologia).

Outras doenças listadas no topo da lista da OMS são as infecções do trato respiratório inferior, DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), patologias diarreicas, AIDS e alguns tipos de câncer (traquéia, brônquios ou pulmão). ).

Doenças cardiovasculares, responsáveis ​​por 17 milhões de mortes no mundo em 2011, continuam sendo a principal causa de morte

Acidentes de trânsito - que causam a morte de 1,3 milhão de pessoas por ano em todo o mundo - e nascimentos prematuros ou baixo peso ao nascer, também são encontrados no documento elaborado por essa agência da ONU.

As causas das mortes, segundo a OMS, diferem muito entre os países. Assim, enquanto naqueles com rendimentos mais elevados, 87% das mortes são devidas a doenças não transmissíveis, e sete em cada dez mortes têm mais de 70 anos, no caso de países pobres, doenças infecciosas, doenças diarreicas, malária ou A tuberculose é responsável por um terço das mortes, e quase quatro em cada dez mortes são menores de 15 anos.

Diabetes Mata? Descubra A Verdade! (Setembro 2019).