Quantas vezes ouvimos esta frase! Sempre que você fofoca ou pergunta demais sobre uma investigação, ou sobre um tópico específico, em mais de uma ocasião nós respondemos "a curiosidade matou o gato".

Mas de onde vem essa frase e o que isso significa?

Tem origem inglesa, e foi no século XVI, quando começou a ser usado. O texto original foi curiosidade matou o gato mas a expressão mais comum e usada foi Cuidado mata um gato Como o tempo passou pela palavra cuidado foi alterado por curiosidade (curiosidade em espanhol).

Traduzido literalmente significa: enorme cuidado ou preocupação matou o gato. Está relacionado à medicina, pois significa que preocupação e preocupação excessivas são uma atitude prejudicial à saúde das pessoas, que pode levar a doenças e até a morte prematuramente.

Os gatos são um exemplo porque são animais muito cuidadosos e cuidadosos com todas as suas ações e movimentos, sendo insociáveis, querendo descobrir suas próprias dúvidas por si mesmos.

Anos atrás, o grande poeta Antonio Machado proferiu frases como: pressa e preocupação fazem "ouvir sem ouvir", "comer sem provar", "tocar sem sentir", impedindo o gozo de todos os sentidos, apenas por ter Sempre se preocupa na cabeça.

Existe um estudo realizado em 2001 e publicado em Cúpula Anual de Psicologia Positiva, onde é revelado que pessoas que demonstraram uma enorme curiosidade, experimentaram grandes níveis de satisfação na vida e tiveram experiências interpessoais mais positivas. Por outro lado, pessoas menos curiosas sentem mais prazer em atividades mais comuns, como comida, sexo e assim por diante.

A curiosidade matou o gato ( Melhores sustos de gatos) (Setembro 2019).