Os especialistas enfatizam a importância de incluir conservas de peixe na dieta porque é alimento com alto valor nutritivo, graças ao seu conteúdo em proteínas, vitaminas, gorduras e minerais como potássio, fósforo e magnésio.

Os peixes enlatados são produtos esterilizados, aos quais não há necessidade de adicionar conservantes, e são especialmente recomendados para crianças, pois são ricos em ômega 3. Essas qualidades são adicionadas ao seu preço, já que são bastante acessíveis.

A Espanha, além disso, é o segundo produtor mundial de conservas de peixe e, portanto, em nosso país, e como explicou Angela Lopez de Sa, diretora executiva da Agência Espanhola de Segurança Alimentar e Nutricional (AESAN), os padrões de Qualidade e segurança são muito altas, já que o regulamento que regulamenta a comercialização desses produtos é muito rigoroso.

Segundo esse especialista, o processo que se segue para elaboração de conservas de peixe não altera as proteínas, lipídios e carboidratos desses alimentos, e ressalta que as conservas de peixe também são uma importante fonte de cálcio, principalmente sardinha se consumida todo com espinhos, já que uma lata de sardinha em óleo de 100 gramas contém cerca de 300 miligramas de cálcio.

As conservas naturais de peixe, por outro lado, oferecem outras vantagens, como baixo teor de sal e baixas calorias, o que as torna adequadas para pessoas que precisam cuidar do peso. Além disso, você pode adicionar o molho preferido e misturar, por exemplo, com massa ou arroz, para fazer um prato completo, nutritivo e rápido e fácil de preparar.

10 COISAS QUE VOCÊ NÃO PODE CONGELAR (Nunca congele esses alimentos) - Me Ajuda Gi #31 (Outubro 2019).