Um novo estudo realizado na Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, revela que leite materno Tem a capacidade de inibir a transmissão do HIV por via oral. A pesquisa mostrou que o leite materno, in vitro, mostrou um potente efeito inibitório da infecção pelo HIV. No entanto, no momento, esses resultados não puderam ser confirmados in vivo.

Os pesquisadores observaram um paradoxo e que, embora se considere que o leite materno é uma das principais vias de transmissão do vírus para os filhos de mães infectadas (veja 'como a AIDS é disseminada'), muitos deles bebês que foram alimentados pela amamentação não foram infectados.

O leite materno, in vitro, mostrou um potente efeito inibitório da infecção pelo HIV. No entanto, no momento, esses resultados não puderam ser confirmados in vivo

A pesquisa, publicada na revista PLoS Pathogens, foi realizada com um modelo de camundongo humanizado chamado BLT, criado pelos cientistas através da introdução de tecidos humanos da medula óssea, do timo e do fígado em camundongos. que eles não têm um sistema imunológico e que podem ser infectados pelo HIV da mesma maneira que os humanos.

Esses camundongos tinham células da cavidade oral e trato digestivo superior infectadas com aquelas que poderiam transmitir o vírus da Aids para seus descendentes, e o leite materno era capaz de prevenir a transmissão oral de partículas de vírus e células infectadas. o mesmo.

Estima-se que mais de 15% das novas infecções pelo HIV afetam as crianças. As propriedades descobertas no leite materno in vitro Eles abrem a possibilidade de analisar a maneira pela qual este e outros produtos naturais poderiam ser usados ​​para prevenir a transmissão do vírus entre a população infantil. Embora deva ser levado em conta que é um estudo que não foi testado em seres humanos.

AIDS em Portugal - Prevenção e tratamento - SIDA / VIH (Setembro 2019).