O Secretário de Saúde do México, José Ángel Córdova, informou que todos os estados do país estão em nível de alerta para evitar um possível surto de cólera semelhante ao Haiti, que já matou mais de 1.700 pessoas .

O funcionário esclareceu que é apenas uma medida preventiva que implica o fortalecimento dos sistemas de vigilância e diagnóstico, já que o risco de contágio no México é "baixo", segundo o jornal Milenio. "O risco é baixo, porque a infraestrutura no país melhorou muito. No entanto, em qualquer parte do mundo existe a possibilidade de apresentação de casos ", afirmou Córdova.

Em conformidade com esse mecanismo, o secretário explicou que todos os médicos são obrigados a notificar o governo sobre qualquer caso suspeito, a fim de realizar o acompanhamento correspondente e, se confirmados, ativar as medidas de segurança necessárias para evitar a disseminação da doença. .

No entanto, Cordova disse que atualmente não há nenhum paciente com cólera no país, embora ele tenha lembrado que cinco meses atrás um caso isolado foi detectado no estado de Sinaloa (oeste), que não apresentou problemas para tratamento e cura.

EUROPA PRESS

Haiti luta contra epidemia de cólera (Setembro 2019).