A meningite bacteriana é uma infecção do sistema nervoso central, causada por vários germes, que afeta principalmente crianças e causa inflamação das meninges. A doença começa quando as bactérias colonizam o trato respiratório superior, de onde entram no sangue e, a partir daí, invadem o sistema nervoso central e alcançam o cérebro.

O Streptococcus pneumoniae (pneumococo) e ele meningococo Bsão os patógenos mais freqüentemente envolvidos epidemias, já que as vacinas estão atualmente disponíveis contra outros patógenos, como Haemophilus influenzae e meningocócica C.

A vacina do estudo protege contra o meningococo B, responsável pela maioria das infecções por meningite que ocorrem na Europa

Meningococo B, responsável pela maior parte do infecções que ocorrem em Europa, é um desafio para os cientistas porque, até o momento, nenhuma vacina é capaz de cobrir todos os sorogrupos que existem desse patógeno. Portanto, há várias investigações em andamento e um grupo de pesquisadores chilenos acaba de realizar um estudo no qual descobriram que uma nova vacina gera uma resposta imune em praticamente todas as pessoas que foram testadas.

Na investigação, cujos resultados foram publicados The Lancet, os autores avaliaram a capacidade imunológica e a segurança oferecida pela vacina 4CmenB, administrando diferentes doses do mesmo, e em diferentes intervalos de tempo, aos 1.631 adolescentes - com idades entre 11 e 17 anos - que participaram do estudo. Os dados revelaram que a melhor resposta imunológica foi produzida pela administração de duas doses desta vacina e respeitando um intervalo entre os dois de um, dois ou seis meses. Seguindo este protocolo, eles alcançaram uma profilaxia potencial em quase todos os participantes; embora não proteja contra todos os meningococos do grupo B, é eficaz contra a maioria das cepas. Entretanto, outros estudos são necessários para determinar a eficácia e a tolerância do medicamento em setores maiores da população e, principalmente, em crianças menores, que são mais afetadas pela meningite bacteriana.

Vacinar é a melhor maneira de proteger a meningite (Setembro 2019).